ORIENTADORES
Profa. Dra. Alessandra Cristina Marcolin
Formação:
Possui graduação em Medicina pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto – Universidade de São Paulo (1996), Mestrado em Tocoginecologia pela Universidade de São Paulo (2001) e Doutorado em Tocoginecologia pela Universidade de São Paulo (2008). Realizou doutorado sanduíche no Harris Birthright Research Centre (Kings College Hospital, Londres, Inglaterra, 2006 – 2007). Atualmente é Docente em Regime de Dedicação Integral à Docência e Pesquisa do Setor de Obstetrícia do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia (DGO) da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto – Universidade de São Paulo (FMRP-USP). Atua como coordenadora do Centro Obstétrico do Hospital das Clínicas da FMRP-USP e do Setor de Medicina Fetal do DGO da FMRP-USP. Além disso, é coordenadora de duas disciplinas ministrada pelo DGO aos alunos do curso médico: RCG 0442 (Treinamento em serviço em Ginecologia e Obstetrícia, 4º ano de Medicina) e RCG 0604 (Estágio em Saúde da Mulher II, 6º ano de Medicina). Membro titular do Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem e membro certificado em Medicina Fetal pela Fetal Medicine Foundation (Londres, Inglaterra). Possui certificação pela American Academy of Family Physicians em Suporte Avançado de Vida em Obstetrícia, curso do qual é instrutora. Atua nos seguintes temas: emergências/urgências em obstetrícia, gestação de alto risco, ultrassonografia e medicina fetal.
Linhas de Pesquisa e Projetos:
1. Linha de Pesquisa: Padrões morfológicos e funcionais do desenvolvimento fetal e das adaptações maternas à gravidez
a) Projeto: Métodos propedêuticos para avaliação dos distúrbios de crescimento e vitalidade fetal.
b) Projeto: Assistência ao parto em diferentes contextos obstétricos.
c) Projeto: Medicina fetal: métodos diagnósticos, terapêuticos e fatores que interferem nos resultados maternos e perinatais.
2. Linha de Pesquisa: Farmacocinética, metabolismo e transferência placentária de drogas durante a gestação

a) Projeto: Farmacocinética e análise da distribuição placentária da betametasona em gestações gemelares.

amarcolin@fmrp.usp.br

Currículo Lattes Scopus (h-index): 12
Google Acadêmico ORCiD ResearcherID 
Profa. Dra. Ana Carolina Japur de Sá Rosa e Silva
Formação:
Possui graduação em Medicina pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1997), mestrado em Ginecologia e Obstetrícia pelo Programa de pós graduação do departamento de Ginecologia e Obstetrícia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (2002) e doutorado também pelo mesmo programa em 2004. Realizou o pós-doutorado no Instituto Valenciano de Infertilidade em Valência – Espanha em 2005 e, posteriormente, novo Pós-doutorado no Departament of Obstetrics, Gynecology and Reproductive Sciences of Yale University em 2017-2018, ambos na área de Reprodução Humana. Atualmente é Professora Associada do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto-USP – setor de Reprodução Humana e atua como referee para as revistas Fertility and Sterility, International Journal of Obstetrics and Gynecology, Journal of Assisted Reproduction and Genetics, Reprodução & Climatério, Revista Femina e RBGO- Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia. Tem experiência na área de Reprodução Humana, Ginecologia Endócrina e Ginecologia Infanto-puberal, atuando em todas elas, mas pesquisa mais ativamente no campo da preservação de fertilidade, criobiologia e maturação in vitro de oócitos e folículos ovarianos isolados a partir de tecido ovariano. Atualmente é Vice-presidente da Comissão Nacional Especializada (CNE) de Ginecologia Endócrina da FEBRASGO e Membro da Comissão Nacional do TEGO – CNTEGO/FEBRASGO. Especialista em Reprodução Assistida pela FEBRASGO (ano de obtenção 2016- por notório saber)
Linhas de Pesquisa e Projetos:
1. Linha de Pesquisa: Aspectos ambientais, psiquicos, anatômicos, hormonais e moleculares da resposta sexual humana
a) Projeto: Caracterização do perfil das mulheres com disfunção sexual atendidas no Ambulatório de Estudos em Sexualidade Humana do HCRP.
2. Linha de Pesquisa: Infertilidade: mecanismos etiopatogênicos, fatores prognósticos, propedêutica e intervenções diagnósticas terapêuticas
a) Projeto: Endométrio e a implantação embrionária: o processo de implantação normal e suas disfunções.
b) Projeto: Influência de fatores biológicos, físicos e químicos sobre a reserva ovariana e a maturação folicular/oocitária e criopreservação de tecido ovariano e oócitos humanos, de camundongos e bovinos.
c) Projeto: Otimização da maturação in vitro de foliculos pré antrais e estudo da foliculogenese em modelos experimentais e humanos.
3. Linha de Pesquisa: Mecanismos envolvidos no processo ovulatório e suas disfunções: etiopatogenia, aspectos clínicos, metabólicos, moleculares, diagnósticos e terapêuticas
a) Projeto: Fatores prognósticos de risco para doença metabólica e alterações reprodutivas em mulheres com síndrome dos ovários policísticos.

anasars@fmrp.usp.br

Currículo Lattes Scopus (h-index): 20
Google Acadêmico ORCiD ResearcherID 
Profa. Dra. Carolina Sales Vieira Macedo
Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq – Nível 1D
Formação:
Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal de Uberlândia (1999) e Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia com subespecialização em Reprodução Humana pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) – USP (2003). Realizou mestrado (2004) e doutorado (2006) em Tocoginecologia pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto-USP. É livre-docente pela FMRP-USP (2014). Pós-doutorado em contracepção no Population Council, Nova York (2017). Atualmente é Professora Associada do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da FMRP-USP. A principal linha de pesquisa é em contracepção. Além disso, é consultora ad-hoc das revistas Contraception, European Journal of Reproductive Health and Contraception, BMJ, Thrombosis and Haemostasis, Disease Markers, Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, Reproductive Science, Human Reproduction e Endocrinology and Gynecology. Produtividade em pesquisa nível 1D pelo CPNQ.
Linha de Pesquisa e Projetos:
1. Linha de Pesquisa: Planejamento reprodutivo: aspectos epidemiológicos, psicossociais, clínicos e laboratoriais
a) Projeto: Dispositivos intrauterinos
b) Projeto: Gestação não planejada: aspectos epidemiológicos e estratégias para redução
c) Projeto: Métodos contraceptivos hormonais

carol.sales@usp.br

Currículo Lattes Scopus (h-index): 18
Google Acadêmico ORCiD ResearcherID 
Prof. Dr. Daniel Guimarães Tiezzi
Formação:
Possui Graduação em Medicina pela Universidade de São Paulo (1995), Mestrado e Doutorado em Ciências Médicas pela Universidade de São Paulo (2002 e 2007). Realizou Estágio de Doutorado pela Capes na Fox Chase Cancer Center no Breast Cancer Research Laboratory (Philadelphia, PA, EUA) na área de Biologia Molecular em 2006 e foi Pesquisador Visitante do Cancer Research UK na Universidade de Cambridge (2015-2016). Atualmente é Professor Associado Livre-Docente da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade São Paulo em Regime de Dedicação Integral à Docência e Pesquisa e Membro Ativo da American Association for Cancer Research. Especialista em Oncologia Clínica e Mastologia. Atua principalmente nos seguintes temas: câncer de mama e biologia molecular do câncer, em especial, na análise de dados moleculares e genômicos em larga escala incluíndo análise de microarray e sequenciamento de RNA e DNA.
Linha de Pesquisa e Projetos:
1. Linha de Pesquisa: Aspectos epidemiológicos, moleculares, clínicos e cirúrgicos envolvidos no prognóstico das neoplasias ginecológicas e da mama
a) Projeto: Caracterização molecular e genômica das neoplasias malignas.
b) Projeto: Fatores clínicos, epidemiológicos e histopatológicos associados com o prognóstico e resposta ao tratamento em pacientes com câncer de mama.
c) Projeto: Tratamento local e sistêmico no câncer de mama.

dtiezzi@fmrp.usp.br

Currículo Lattes Scopus (h-index): 16
Google Acadêmico ORCiD ResearcherID 
Profa. Dra. Elaine Christine Dantas Moisés
Formação
Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal de Uberlândia (1999), Mestrado (2004) e Doutorado (2008) em Tocoginecologia pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP). Docente do Setor de Obstetrícia do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da FMRP-USP, Coordenadora do ambulatório de Endocrinopatias em Obstetrícia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (HCFMRP-USP), Diretora Acadêmica do Centro de Referência da Saúde da Mulher de Ribeirão Preto ? MATER (CRSMRP-MATER). Atua principalmente nos seguintes temas: Gestação de Alto Risco, Bioética, Farmacocinética de drogas em gestantes, Transferência placentária de drogas, Diabetes Mellitus em gestantes.
Linhas de Pesquisa e Projetos:
1. Linha de Pesquisa: Padrões morfológicos e funcionais do desenvolvimento fetal e das adaptações maternas à gravidez
a) Projeto: Avaliação do movimento obstétrico em maternidade de complexidade secundária que oferece cenário de formação acadêmica e profissional.
b) Projeto: Diagnóstico, manejo clínico e obstétrico, análise de metabolismo e farmacogenetica de hiperglicemia no ciclo gravídico-puerperal.
c) Projeto: Humanização da assistência obstétrica como determinante de desfechos maternos e perinatais
2. Linha de Pesquisa: Farmacocinética, metabolismo e transferência placentária de drogas durante a gestação
a) Projeto: Estudo farmacocinético e análise da distribuição transplacentária da fluoxetina e seu metabólito em gestantes portadoras de diabetes mellitus gestacional.

elainemoises@fmrp.usp.br

Currículo Lattes Scopus (h-index): 12
Google Acadêmico ORCiD ResearcherID 
Prof. Dr. Fabrício da Silva Costa
Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq – Nível 1D
Formação:
Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1995), residencia medica em Ginecologia e Obstetricia pelo Hospital das Clinicas da Faculdade de Medicina de Ribeirao Preto da USP (1996-1999), mestrado em Ginecologia e Obstetrícia pela FMRP-USP (2000), doutorado em Ginecologia e Obstetrícia pela FMRP-USP (2001), título de especialista em ultra-sonografia geral e em ultra-sonografia em ginecologia e obstetricia (CBR/FEBRASGO) e título de habilitação em medicina fetal (FEBRASGO). Pos-doutorando em medicina materno-fetal no Royal Womens Hospital, University of Melbourne, Melbourne-Australia (2009). Fellow of the Royal Australian New Zealand College of Obstetrics and Gynaecology – FRANZCOG (2011), 3-year fellowship program in Ultrasound in Obstetrics and Gynaecology – COGU (2012). Diploma in Fetal Medicine pela Fetal Medicine Foundation – FMF – London, UK (2014). Ex-professor adjunto da Universidade Estadual do Ceará (2005-2009) nas disciplinas de Ginecologia e Obstetrícia e Diagnóstico por imagem e nos programas de Mestrado em Saúde Pública e Doutorado em Saúde Coletiva. Ex-Clinical Associate Professor, Department of Obstetrics and Gynaecology, University of Melbourne (2014-2016, Royal Womens Hospital, Melbourne-Australia). Adjunct Clinical Associate Professor, Department of Obstetrics and Gynaecology, Monash University (2016-2018) e Head, Perinatal Services, Monash Health (2018). Ex-Diretor Medico (2015-2017) , Monash Ultrasound for Women, Melbourne, Australia. Atualmente atua como Ambassador to Latin America da International Society of Ultrasound in Obstetrics and Gynecology (ISUOG) and member of its scientific, clinical standards and bids committees e é desde julho de 2018 Professor Colaborador do Departamento de Ginecologia e Obstetrticia da Faculdade de Medicina de Ribeirao Preto da Universidade de Sao Paulo (FMRP-USP). Tem experiência na área de Medicina, com ênfase em Saúde Materno-Infantil, atuando principalmente nos seguintes temas: predição e prevenção da pré-eclâmpsia, screening no primeiro trimestre, NIPT, medicina fetal, ultra-sonografia, Doppler.
Linhas de Pesquisa e Projetos:
1. Padrões morfológicos e funcionais do desenvolvimento fetal e das adaptações maternas à gravidez
a) Projeto: Predição e prevenção das grandes síndromes obstétricas
2. Linha de Pesquisa: Infertilidade: mecanismos etiopatogênicos, fatores prognósticos, propedêutica e intervenções diagnósticas terapêuticas
a) Projeto: Ultrassonografia em reprodução humana

fabriciouece@hotmail.com

Currículo Lattes Scopus (h-index): 22
Google Acadêmico ORCiD ResearcherID 
Prof. Dr. Francisco José Cândido dos Reis
Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq – Nível 2
Formação:
Nascido em Santa Rosa de Viterbo-SP. Graduado em Medicina pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP) em 1989. Foi médico do Exército Brasileiro (2o TEN R/2 MÉDICO) (1990-1991). Cursou Residência Médica em Cirurgia Geral pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (1991-1993) e em Ginecologia e Obstetrícia pelo Hospital das Clínicas da FMRP-USP (1993-1996). É Mestre (1997) e Doutor (1999) em Ginecologia e Obstetrícia na Universidade de São Paulo. Realizou pós-doutorado no Brigham and Womens Hospital na Harvard Medical School em Boston (2004-2005) e foi pesquisador visitante no Centre for Cancer Genetic Epidemiology na Universidade de Cambridge no Reino Unido (2013-2015). É professor associado (nível III) da FMRP-USP. Foi Presidente da Comissão de Graduação da FMRP-USP (2008-2012). Foi Coordenador do Programa de pós-Graduação em Ginecologia e Obstetrícia da FMRP-USP (2017 – 2019), vice-Chefe do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da FMRP-USP (2017 – 2019) e Che do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da FMRP-USP (2019 – atual). Desenvolve ensino, pesquisa e extensão em Ginecologia e Obstetrícia com ênfase nos temas: oncologia ginecológica, mastologia, cirurgia minimamente invasiva e educação médica.
Linha de Pesquisa e Projetos:
1. Linha de Pesquisa: Aspectos epidemiológicos, moleculares, clínicos e cirúrgicos envolvidos no prognóstico das neoplasias ginecológicas e da mama.
a) Projeto: Avaliação do impacto da pandemia covid-19 e do uso de telemedicina na eficácia e segurança do tratamento do câncer ginecológico e de mama em um hospital universitário
b) Projeto: Caracterização molecular, bioquímica e metabólica de biomarcadores no câncer de ovário
c) Projeto: Investigação de fatores de prognóstico e sobrevida para mulheres com tumores ginecológicos e da mama
d) Projeto: Papel do tratamento cirúrgico no tratamento do câncer ginecológico e da mama

fjcreis@fmrp.usp.br

Currículo Lattes Scopus (h-index): 20
Google Acadêmico ORCiD ResearcherID 
Prof. Dr. Geraldo Duarte
Formação:
Graduou-se em Medicina e Cirurgia pela Universidade Federal de Uberlândia em 1978 e concluiu a Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP) em 1982. Sua carreira acadêmica foi construída no Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da FMRP-USP, concluindo o Mestrado em 1983, o Doutorado em 1988 e a Livre-Docência em 1993. Atualmente é Professor Titular do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia, onde desenvolve suas atividades de ensino (graduação e pós-graduação), extensão e pesquisa. Grande parte de sua pesquisa é desenvolvida em parceria com pesquisadores das várias Unidades da USP, com pesquisadores de outras universidades brasileiras e pesquisadores de fora do país. Estas pesquisas são desenvolvidas de acordo com os objetivos de quatro grandes linhas de pesquisa: 1) Transmissão vertical das infecções bacterianas, viróticas e parasitárias; 2) Farmacocinética, metabolismo, transferência placentária e efeitos de drogas durante a gravidez; 3) Aspectos biomoleculares da infecção pelo papilomavírus humano; e, 4) Padrões morfológicos e funcionais do desenvolvimento fetal e das adaptações maternas à gravidez.
Linhas de Pesquisa e Projetos:
1. Linha de Pesquisa: Padrões morfológicos e funcionais do desenvolvimento fetal e das adaptações maternas à gravidez
a) Projeto: Curva da concentração de imunoglobulina anti-rhd após imunoprofilaxia pré-natal em gestantes rh negativo
b) Projeto: Variáveis comportamentais de gestantes de fetos malformados e mecanismos de enfrentamento
c) Projeto: Pré-natal do parceiro
2. Linha de Pesquisa: Farmacocinética, metabolismo e transferência placentária de drogas durante a gestação
a) Projeto: Estereosseletividade na disposição cinética, metabolismo e transferência placentária de drogas em parturientes
3. Linha de Pesquisa: Aspectos epidemiológicos, clínicos, laboratoriais e biomoleculares das infecções em ginecologia e obstetrícia
a) Projeto: Infecções em obstetrícia

duarte@fmrp.usp.br

Currículo Lattes Scopus (h-index): 25
Google Acadêmico ORCiD ResearcherID 
Prof. Dr. Helio Humberto Angotti Carrara
Formação:
Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro (1980), mestrado em Medicina (Tocoginecologia) (Rib. Preto) pela Universidade de São Paulo (1991) e doutorado em Medicina (Tocoginecologia) (Rib. Preto) pela Universidade de São Paulo (1996). Atualmente é Professor Doutor do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia, da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Medicina, com ênfase em Tocoginecologia, atuando principalmente nos seguintes temas: câncer de mama, breast cancer, câncer ginecológico, neutropenia febril e quimioterapia.
Linha de Pesquisa e Projetos:
1. Linha de Pesquisa: Aspectos epidemiológicos, moleculares, clínicos e cirúrgicos envolvidos no prognóstico das neoplasias ginecológicas e da mama.
a) Projeto: Avaliação citogenetica em tumores de mama de mulheres submetida à quimioterapia
b) Projeto: Dosagem de macronutrientes em tecido mamário normal e tumoral

hhacarra@fmrp.usp.br

Currículo Lattes Scopus (h-index): 12
Google Acadêmico ORCiD ResearcherID 
Profa. Dra. Juliana Meola Lovato
Formação:
Graduada Bacharel e Licenciada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Uberlândia (2000). Mestrado em Genética e Bioquímica (ênfase em genética) pela Universidade Federal de Uberlândia (2003). Doutora em Ciências (ênfase em Genética) pelo Departamento de Genética da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto – Universidade de São Paulo (2008). Pós- doutorado em Biologia da Reprodução pelo Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da FMRP-USP (bolsista FAPESP 2008-2011, bolsista INCT/CAPES 2011-2013). Pesquisadora colaboradora junto ao Departamento de Ginecologia e Obstetrícia, Departamento de Genética e Department of Pathology and Molecular Medicine at Queens University since 2010 in Endometriosis genome research. Jovem pesquisadora FAPESP (processo 2013/22431-3) associada junto ao Departamento de Ginecologia e Obstetrícia (2014-2017). Atualmente é Professora Doutora MS-3 junto ao departamento de Ginecologia e Obstetrícia da FMRP – USP (2018-atual) programa CAPES 6. Docente pesquisadora colaboradora do INCT/Hormona (Instituto de Ciência e Tecnologia em Hormônios e Saúde da Mulher) coordenado por Poli Mara Spritzer, Rui A Ferriani, Fernando Marcos dos Reis e Luis Bahamondes). Tem experiência na área de Biologia Molecular, com ênfase em Diagnóstico Molecular e pesquisa básica em Genética Humana e Médica, atuando principalmente nos seguintes temas genética da reprodução e endometriose.
Linha de Pesquisa e Projeto:
1. Linha de Pesquisa: Identificação de fatores etiológicos e fisiopatológicos associados à dor pélvica e à endometriose, e desenvolvimento de estratégias para prevenção, diagnóstico e tratamento dessas condições em mulheres
a) Projeto: Mecanismos moleculares da etiopatogenia da endometriose: função de células-tronco, transcriptoma e impacto do fluido peritoneal.

jumeola@yahoo.com.br

Currículo Lattes Scopus (h-index): 10
Google Acadêmico ORCiD ResearcherID 
Prof. Dr. Júlio Cesar Rosa e Silva
Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq – Nível 2
Formação:
Possui graduação em Medicina pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (1996), Residência médica em Ginecologia e Obstetrícia no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Mestrado, Doutorado e Livre-docência em Ginecologia e Obstetrícia pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Atualmente é Professor Associado e Vice-Chefe do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo com atuação no Setor de Cirurgia Ginecológica. Membro da Comissão Nacional Especializada em Video Endoscopia Ginecológica da FEBRASGO. Diretor Científico da Sociedade Brasileira de Endometriose e Ginecologia Minimamente Invasiva (SBE). Visiting Associate Professor na Yale School of Medicine. Research Fellow no Instituto Valenciano de Infertilidade (IVI-Espanha). Revisor ad-hoc, membro do Corpo Editorial ou Editor Associado de importantes revistas científicas nacionais e internacionais – Expert Reviews of Gynecology and Obstetrics, Gynecological Endocrinology, European Journal of Obstetrics, Gynecology, and Reproductive Biology, Fertility and Sterility, International Journal of Obstetrics and Gynecology, Reproductive Sciences, Journal of Womens Health, International Journal of Fertility and Sterility, Pain Research and Treatment, Histology and Histopathology, Clinics, Brazilian Journal of Medical and Biological Research, Case Reports in Obstetrics and Gynecology, Womens Health, Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial e Reprodução & Climatério e do CNPq, CAPES e FAPESP. Tem experiência na área de Medicina, com ênfase em Ginecologia e Obstetrícia, atuando principalmente nos seguintes temas: Endometriose, Endoscopia Ginecológica, Algia Pélvica Crônica, Reprodução Humana e Infertilidade.
Linha de Pesquisa e Projetos:
1. Linha de Pesquisa: Identificação de fatores etiológicos e fisiopatológicos associados à dor pélvica e à endometriose, e desenvolvimento de estratégias para prevenção, diagnóstico e tratamento dessas condições em mulheres
a) Projeto: Dor pélvica e endometriose: análise multifatorial e relação com parâmetros fisioterapêutico, ocupacional, nutricional, sexual e psicológico.
b) Projeto: Estudos clínicos e moleculares da endometriose
c) Projeto: Uso da imagenologia aplicada ao diagnostico, prognostico e terapêutica da dor pélvica crônica
d) Projeto: Uso de modelos experimentais no estudo da endometriose e dor pélvica crônica

juliocrs@usp.br

Currículo Lattes Scopus (h-index): 22
Google Acadêmico ORCiD ResearcherID 
Profa. Dra. Lucia Alves da Silva Lara
Formação:
Médica Ginecologista e Obstetra, graduada pela Universidade Federal de Minas Gerais, com Mestrado e Doutorado realizados no período de 2007 a 2010 em tocoginecologia na Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo (USP) , com Titulo de Especialista em Sexualidade Humana pela SBRASH e Título na área de atuação em Sexologia e Reprodução Humana pela FEBRASGO. Médica Assistente do Setor de Reprodução Humana da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, USP e Docente no programa de Pós-graduação da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, USP. Coordenadora do Serviço de Saúde Sexual (Ambulatório de Estudos em Sexualidade Humana e Ambulatório de Incongruência de Gênero) do setor de Reprodução Humana do Departamento de Ginecologia e Obstetricia da FMRP/USP e Coordenadora da Residência de Sexologia do DGOFMRP/USP. Atuei como coordenadora da Ginecologia e Obstetricia na Unidade de Saúde da Família/DGOFMRP/USP. Presidente da Comissão de Sexologia da FEBRASGO. Membro da comissão responsável pelo Projeto “linha de cuidado em sexualidade humana” do Hospital das Clinicas de Ribeirão Preto/SP. Pesquisadora e orientadora de pós-graduação em nível de mestrado e doutorado nas linhas de pesquisa: 1-Aspectos ambientais, psíquicos, anatômicos, hormonais e moleculares da resposta sexual humana, 2- Interações Metabólicas, Moleculares e Imunológicas dos Esteróides Sexuais e SERMs (Selective Estrogen Receptor Modulator). Membro da Sociedade de Ginecologia e Obstetrícia do Estado de São Paulo. Membro da International Society for Sexual Medicine. Membro do Comité para la Institucionalización de la Medicina Sexual-SLAMS/ISSM. Membro do corpo editorial da Revista RBGO Gynecology & Obstetrics e da revista Clinical Nursing Studies.
Linha de Pesquisa e Projeto:
1. Linha de Pesquisa: Aspectos ambientais, psiquicos, anatômicos, hormonais e moleculares da resposta sexual humana
a) Projeto: Estudo das disfunções sexuais femininas e masculinas

luciaalvess@yahoo.com.br

Currículo Lattes Scopus (h-index): 15
Google Acadêmico ORCiD ResearcherID 
Prof. Dr. Oméro Benedicto Poli Nétto
Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq – Nível 2
Formação:
Graduado em Medicina, especializou-se em Ginecologia e Obstetrícia, concluiu o doutorado em 2003. Atualmente é Professor Associado do Depto de Ginecologia e Obstetrícia da FMRP-USP e tem bolsa de produtividade em pesquisa pelo CNPq (PQ-2). Também é o atual coordenador da Comissão de Assistência e vice-coordenador do Programa de Pós Graduação do Depto de Ginecologia e Obstetrícia da FMRP-USP, responsável pelo processo de implantação do biobanco do Depto de Ginecologia e Obstetrícia da FMRP, e os serviços de ginecologia e obstetrícia do Centro Medico Social e Comunitário da Vila Lobato e da Unidade de Saúde da Família Cesar Arita (Paulo Gomes Romeo). É assessor clínico do Hospital das Clínicas (HC) da FMRP-USP no serviço de videoendoscopia ginecológica e dor pélvica crônica e pesquisador do NUPEM (Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas em Saúde da Mulher), além de membro da Comissão de Ética em Pesquisa do HCFMRP-USP. Tem como principal foco de interesse científico a pesquisa epidemiológica em saúde da mulher, particularmente dor pélvica crônica e endometriose, com ênfase em biologia computacional de sistemas. É membro da American Academy of Pain Medicine, da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo), e da Comissão de Pesquisa e da Comissão de divulgação, relações institucionais e com a comunidade do Depto GO.
Linha de Pesquisa e Projetos:
1. Linha de Pesquisa: Identificação de fatores etiológicos e fisiopatológicos associados à dor pélvica e à endometriose, e desenvolvimento de estratégias para prevenção, diagnóstico e tratamento dessas condições em mulheres
a) Projeto: Biologia e epidemiologia computacional aplicada ao estudo da dor pélvica e endometriose
b) Projeto: Estudo dos limiares doloroso e sensitivo em mulheres com dor pélvica crônica
c) Projeto: Investigação de parâmetros morfológicos e funcionais determinantes de dor pélvica crônica

polineto@fmrp.usp.br

Currículo Lattes Scopus (h-index): 15
Google Acadêmico ORCiD ResearcherID 
Profa. Dra. Paula Andréa de Albuquerque Salles Navarro
Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq – Nível 2
Formação:
Possui graduação em Medicina pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (1995), residência médica em Ginecologia e Obstetrícia pelo Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, Departamento de Ginecologia e Obstetrícia – Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto – USP (fevereiro de 1996-janeiro de 1999); mestrado em Ciências da Saúde, Área Ginecologia e Obstetrícia pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (2000), doutorado em Ciências Médicas, Área Ginecologia e Obstetríca pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (2003) e pós-doutorado junto a New York University (2016-2017). Atuou como research fellow em Endocrinologia Reprodutiva e Infertilidade junto ao Women and Infants Hospital, Brown University, Providence-RI e Laboratory for Reproductive Medicine, Marine Biological Laboratory, Woods Hole-MA (2001-2002) e como médica assistente junto ao Setor de Reprodução Humana do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia – Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto – USP (2000 a 2006). Foi professora adjunta do Departamento de Medicina (Área Saúde da Mulher) da Universidade Federal de São Carlos de outubro de 2006 a janeiro de 2008. Atualmente é Professora Associada do Setor de Reprodução Humana do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto – USP, onde também atua como Diretora do Laboratório de Reprodução Assistida e Vice-Coordenadora do Centro de Reprodução Humana. Pesquisadora do Instituto Nacional de Ciências e Tecnologia – CNPq – Hormônios e Saúde da Mulher, consultora ad Hoc da FAPESP e Tutora do PEC – Embriologia da Red Latino Americana de Reprodução Assistida. Editora Associada da RBGO e membro do corpo editorial da JARG. Tem experiência na área de Ginecologia e Obstetrícia, com ênfase em Reprodução Humana, atuando principalmente nos seguintes temas: infertilidade, reprodução assistida e endometriose.
Linha de Pesquisa e Projetos:
1. Linha de Pesquisa: Infertilidade: mecanismos etiopatogênicos, fatores prognósticos, propedêutica e intervenções diagnósticas terapêuticas
a) Projeto: Análise de diferentes parâmetros morfo-fisiológicos passíveis de predizerem a qualidade oocitária e embrionária em diferentes etiologias de infertilidade humana.
b) Projeto: Criopreservação oocitária: impacto sobre a qualidade gamética, embrionária e a prole e otimização dos protocolos.
c) Projeto: Estimulação ovariana controlada: impacto sobre o perfil hormonal, qualidade oocitária e embrionária e resultados dos procedimentos de reprodução assistida e investigação de novos protocolos.
d) Projeto: Infertilidade masculina: investigação de marcadores de qualidade espermática e de novas ferramentas diagnósticas e abordagens terapêuticas.
e) Projeto: Infertilidade relacionada à endometriose: estudo dos mecanismos etiopatogênicos, fatores prognósticos e investigação de novas intervenções terapêuticas.

paasnavarro@uol.com.br

Currículo Lattes Scopus (h-index): 24
Google Acadêmico ORCiD ResearcherID 
Prof. Dr. Ricardo de Cavalho Cavalli
Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq – Nível 1D
Formação:
Graduado em Medicina pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia pelo Hospital das Clínicas da FMRP-USP. Mestrado e Doutorado em Ginecologia e Obstetrícia na Universidade de São Paulo Ribeirão Preto e Pós-Doutorado no Beth Israel Deaconess Medical Center na Harvard Medical School em Boston. Título de Especialista em Ginecologia e Obstetrícia, Título de Habilitação em Ultrassonografia e em Medicina Fetal pela FEBRASGO. Atualmente é Professor Titular do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da FMRP-USP. Presidente da Comissão Nacional em Hipertensão na Gestação da FEBRASGO. Presidente da Comissão de Pós-Graduação da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP. Diretor Executivo da Fundação de Apoio ao Ensino Assistência e Pesquisa do HCFMRP-USP. Coordenador Adjunto da Medicina III na CAPES. Editor Associado da Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, Membro do Corpo Editorial da Revista Femina e referee da Revista Placenta, AJOG, EJOGBR e de outros periódico de circulação internacional. Tem experiência clínica e desenvolve pesquisa científica na área de Obstetrícia com ênfase Gestação de Alto Risco, atuando principalmente nos seguintes temas: Farmacocinética e Transferência Placentária na Gestação, Hipertensão na Gestação, Avaliação da Vitalidade Fetal, Ultrassonografia e Medicina Fetal.
Linhas de Pesquisa e Projetos:
1. Linha de Pesquisa: Padrões morfológicos e funcionais do desenvolvimento fetal e das adaptações maternas à gravidez
a) Projeto: Aspectos fisiopatológicos, predição, prevenção, terapêutica e seguimento de longo prazo dos quadros hipertensivos na gravidez.
b) Projeto: Estudo hemodinâmico materno-fetal na doença hipertensiva durante a gestação.
c) Projeto: Fatores etiológicos do nascimento pré-termo e consequencias dos fatores perinatais na saúde da criança e adolescente: coortes de nascimentos em duas cidades brasileiras e nos seguimentos a longo prazo.
2. Linha de Pesquisa: Farmacocinética, metabolismo e transferência placentária de drogas durante a gestação
a) Projeto: Farmacocinética de drogas durante a gravidez e parto.

rcavalli@fmrp.usp.br

Currículo Lattes Scopus (h-index): 21
Google Acadêmico ORCiD ResearcherID 
Profa. Dra. Rosana Maria dos Reis
Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq – Nível 2
Formação:
Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro (1985), graduação em Título de Habilitação em Laparoscopia pela Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia (1996), mestrado em Pós Graduação Tocoginecologia pela Universidade de São Paulo Ribeirão Preto (1993) e doutorado em Pós Graduação Tocoginecologia pela Universidade de São Paulo Ribeirão Preto (1996). Pós-Doutorado na University of South Florida-USA, concluído em 2008. Atualmente é Professora Associado (Livre Docente) da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Chefe do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Delegada Regional e Membro da Sociedade Brasileira de Obstetrícia e Ginecologia da Infância e Adolescência, Membro Titular da Congregação da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, Membro Titular do Conselho do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia FMRP-USP, Membro do Conselho Editorial – Reprodução e Climatério. Tem experiência na área de Medicina, com ênfase em Reprodução Humana, atuando principalmente nos seguintes temas: fertilização in vitro, síndrome dos ovários policísticos, endometriose, telômero em reprodução humana.
Linhas de Pesquisa e Projetos:
1. Linha de Pesquisa: Infertilidade: mecanismos etiopatogênicos, fatores prognósticos, propedêutica e intervenções diagnósticas terapêuticas
a) Projeto: Alterações genéticas em mulheres com baixa reserva ovariana e insuficiência ovariana prematura.
b) Projeto: Compreensão dos direitos dos embriões humanos criopreservados pela óptica dos casais.
c) Projeto: Mecanismo da espermatogênese, análise genômica, epigenômica e transcricional em espermatozoides, e aquisição da qualidade espermática para procedimentos de reprodução assistida.
2. Linha de Pesquisa: Mecanismos envolvidos no processo ovulatório e suas disfunções: etiopatogenia, aspectos clínicos, metabólicos, moleculares, diagnósticos e terapêuticas
d) Projeto: Avaliação das repercussões clínicas e metabólicas da puberdade precoce central idiopática em meninas durante a vida reprodutiva.
e) Projeto: Criação de um modelo murino de comorbidades associadas à síndrome dos ovários policísticos por crispr/cas9 e análise do comprimento dos telômeros.
f) Projeto: Estudo dos mecanismos fisiopatológico, análise genômica, epigenômica e transcricional, das repercussões metabólicas da doença e do tratamento em mulheres com síndrome dos ovários policísticos.

romareis@fmrp.usp.br

Currículo Lattes Scopus (h-index): 23
Google Acadêmico ORCiD ResearcherID 
Prof. Dr. Rui Alberto Ferriani
Formação:
Possui graduação em pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP) (1979), mestrado em Tocoginecologia pela FMRP-USP (1984) e doutorado em Ginecologia e Obstetrícia pela FMRP-USP (1988)., Livre Docencia pela FMRP-USP(1993) e pós doutorado na University of Cambridge, Inglaterra (1991 e 1992). Possui Título de Especialista em Ginecologia e Obstetrícia e Reprodução Assistida. Atualmente é professor titular da Universidade de São Paulo (desde 1997), Chefe do Setor de Reprodução Humana do Hospital das Clínicas de Ribeirao Preto, Vice Diretor da FMRP-USP, assessor da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, Editor associado da revista Reproductive Science, Membro da Comissão Nacional de Reprodução Humana da Febrasgo, Membro da Camara Técnica de Reproduçào Assistida do CREMESP, Diretor da Sociedade Brasileira de Reprodução Humana, Diretor da Regional SOGESP- RIbeirão Preto, Membro efetivo das Federação Latinoamericana de Sociedades de Obstetrícia y Ginecologia – American Society of Reproductive Medicine, European Society of Human Reproduction and Embriology. World Endometriosis Society, Revisor de – RBGO. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, – Human Reproduction, RBMonline, Fertil Steril. Tem experiência na área de Medicina, com ênfase em Reprodução Humana, atuando principalmente nos seguintes temas: endometriose, reprodução assistida, contracepção, endocrinologia ginecológica, climatério, infertilidade e menopausa.Pesquisador 1A do CNPq e Vice Coordenador do Instituto Nacional de Ciencia e Tecnologia de Pesquisa Hormonio e Saude da Mulher do CNPq.
Linha de Pesquisa e Projeto:
1. Linha de Pesquisa: Infertilidade: mecanismos etiopatogênicos, fatores prognósticos, propedêutica e intervenções diagnósticas terapêuticas
a) Projeto: Estudo dos fatores de prognóstico de tratamentos de infertlidade e da otimização dos resultados dos procedimentos de reprodução assistida.

raferria@fmrp.usp.br

Currículo Lattes Scopus (h-index): 36
Google Acadêmico ORCiD ResearcherID 
Profa. Dra.  Silvana Maria Quintana
Formação:
Graduou-se em Medicina em 1987 pela Universidade Federal de Santa Maria e realizou Residência em Ginecologia e Obstetrícia nesta Universidade. Com o objetivo de seguir a carreira acadêmica obteve os Títulos de Mestre (1993) e Doutor (1997) em Tocoginecologia pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Ingressou na carreira como docente desta Faculdade em 2005. Em maio de 2011 obteve o Título de livre docente – Professor Associado desta Faculdade. Participa ativamente de diversas sociedades atuando como membro do grupo operacional da Sociedade Brasileira de Doenças Sexualmente Transmissíveis-Regional São Paulo, presidente da seccional de Ribeirão Preto da Associação Brasileira de Genitoscopia ? capítulo de São Paulo, secretária da Sociedade de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo (SOGESP) e membro da Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO) ocupando a vice-presidência da Comissão de Patologia Trato Genital Inferior. Consultora Ad HOC da Fundação de Apoio a Pesquisa e Ensino de São Paulo (FAPESP), membro do Conselho Editorial da Revista Femina e Editora Associada da Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia (RBGO). Diretora clínica da Maternidade do Complexo Aeroporto-Mater nos anos de 2005 e de 2007 atuando para transformar esta maternidade em um Centro de Referência da Saúde da Mulher de Ribeirão Preto-Mater. Diretora Geral do Centro de Referência da Saúde da Mulher-Mater no período de 2009 a 2013. Chefe do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da FMRPUSP nos anos de 2017 a 2019. Tem experiência na área de Medicina, com ênfase em Ginecologia e Obstetrícia, atuando principalmente nos seguintes temas: gestação de alto risco, transmissão vertical de doenças infecciosas e parasitárias, Infecção pelo HIV/aids e infecção pelo Papilomavírus humano (HPV).
Linha de Pesquisa e Projetos:
1. Linha de Pesquisa: Padrões morfológicos e funcionais do desenvolvimento fetal e das adaptações maternas à gravidez
a) Projeto: Estudos multicêntricos em prematuridade: resultados maternos e perinatais.
2. Linha de Pesquisa: Aspectos epidemiológicos, clínicos, laboratoriais e biomoleculares das infecções em ginecologia e obstetrícia
a) Projeto: Impacto da infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV) em condições ginecológicas e obstétricas.
b) Projeto: Infecções em ginecologia.
c) Projeto: Infecções maternas e repercussões no ciclo gravídico puerperal.

quintana@fmrp.usp.br

Currículo Lattes Scopus (h-index): 19
Google Acadêmico ORCiD ResearcherID 

 

Atualizado em 18/05/2021

CREDENCIAMENTO E RECREDENCIAMENTO DE ORIENTADORES

O docente será avaliado por sua capacidade de conduzir um projeto de pesquisa e gerar publicações em periódicos com arbitragem. Será considerada sua participação em congressos e estágios de pós-doutorado. A coordenação e a participação do docente em projetos de pesquisa serão valorizadas.

X.1 A decisão sobre o credenciamento ou recredenciamento de um orientador será deliberada pela CPG após encaminhamento pela CCP, circunstanciado na excelência de sua produção científica, artística ou tecnológica e na coordenação e/ou participação em projetos de pesquisa financiados, conforme critérios mínimos especificados neste regulamento.
X.2 O número máximo de orientados por orientador é 10 (dez). Adicionalmente, o orientador poderá coorientar até 05 (cinco) alunos.
X.3 Os credenciamentos poderão ser plenos ou específicos. Credenciamentos específicos são para orientar um determinado aluno.
X.4 O credenciamento pleno de orientadores terá validade de 04 (quatro) anos.
X.5 Para credenciamento ou recredenciamento, o solicitante deverá encaminhar pedido formal circunstanciado à CCP, em formulário próprio disponível na página do Serviço de Pós-Graduação do Programa. Deverá informar o endereço eletrônico do currículo Lattes atualizado ou Curriculum Vitae (no caso de candidatos estrangeiros ainda sem Currículo Lattes) atualizado e cadastro no ResearchID e ORCID.

X.6 Credenciamento Pleno de Orientadores

X.6.1 Para o credenciamento pleno, o docente deverá ter:
a) vínculo com uma instituição de pesquisa;
b) apresentar, nos últimos 4 anos, 4 publicações de artigos científicos em revistas de fator de impacto (ISI- Institute for Scientific Information) maior ou igual a 4,4 ou 6 publicações de artigos científicos em revistas de fator de impacto (ISI) maior ou igual a 3,11 ou 8 publicações de artigos científicos em revistas de fator de impacto (ISI) maior ou igual a 2,1;
c) linha de pesquisa, projetos e proposta de disciplina que se harmonizem com as metas do programa; e
d) projeto de pesquisa financiado, ou estar vinculado a um grupo que se responsabilize pelo financiamento da pesquisa.

X.7 Recredenciamento de Orientadores

X.7.1 Para o recredenciamento pleno, o docente deverá cumprir com os mesmos requisitos mínimos de credenciamento especificados no item X.6 e ainda serão levados em consideração os seguintes quesitos:
a) O orientador deverá necessariamente ter ministrado disciplinas no Programa de pós-graduação em Ginecologia e Obstetrícia no último período de credenciamento.

X.8 Credenciamento Específico de Orientadores

X.8.1 Portadores do título de doutor que não cumprirem com os requisitos mínimos de credenciamento especificados no item X.6 poderão, a critério da CCP, propor o credenciamento específico.
X.8.2 O solicitante de credenciamento específico poderá orientar no máximo 2 estudantes de mestrado. A solicitação de credenciamento específico para orientar doutorado exige que o solicitante tenha concluído pelo menos uma orientação de mestrado. Será permitido a orientação de apenas um aluno de doutorado.

X.9 Credenciamento de Coorientadores

X.9.1 O prazo para o credenciamento de coorientador no curso de mestrado será de 28 (vinte e oito) meses.
X.9.2 O prazo para o credenciamento de coorientador no curso de doutorado será de 38 (trinta e oito) meses.
X.9.3 O prazo para o credenciamento de coorientador no curso de doutorado direto será de 48 (quarenta e oito) meses.
X.9.4 Para credenciamento de coorientadores, será utilizado o mesmo critério mínimo de produção científica de credenciamento de orientadores especificado no item X.6. Além disso, justificativa circunstanciada evidenciando a complementariedade da atuação do coorientador em relação ao orientador deverá ser apresentada.

X.10 Orientadores Externos

X.10.1 Preferencialmente, colaboradores externos à Unidade deverão ter credenciamento específico.
X.10.2 Os pedidos referentes ao credenciamento de orientadores externos à USP, incluindo Jovens Pesquisadores, Pós-doutores, Professores Visitantes, Pesquisadores Estagiários e outros, deverão cumprir com os mesmos requisitos mínimos de credenciamento especificados no item X.6 e observados ainda os seguintes aspectos:
a) Justificativa circunstanciada do solicitante quanto à contribuição inovadora do projeto para o programa de pós-graduação;
b) Identificação do vínculo do interessado (ex: jovem pesquisador), mencionando a vigência do programa e linha de pesquisa;
c) Demonstrar a existência de infraestrutura (física, material e/ou de equipamento);
d) Demonstrar a existência de recursos para financiamento do projeto proposto para orientação do pós-graduando;
e) Manifestação de um professor da instituição ou supervisor, com a anuência do chefe do departamento ou equivalente, demonstrando concordância quanto à utilização do espaço para o desenvolvimento da orientação solicitada e à manutenção das condições para a execução do projeto do pós-graduando;
f) Curriculum vitae do interessado devendo constar, caso se aplique, as orientações concluídas e em andamento na USP e fora dela;
g) Demonstrar a situação funcional e o vínculo institucional do interessado (caso o interessado não comprove vínculo institucional estável o período de permanência na instituição da USP deverá ser de pelo menos 75% do prazo máximo para o depósito da dissertação ou tese).